18 de jun de 2011

Los Hermanos...

Faz um tempão que estou querendo escrever sobre minhas impressões sobre os Argentinos! Cheguei aqui cheia de ideias feitas e todas foram mudando com o passar do tempo.  A Argentina me parece o Brasil de quando eu era criança, com menos infraestrutura, com inflação, só que com mais teatros e livrarias do que existem no Brasil até hoje.
A inflação e a Cristina Kirchner dominam os assuntos por aqui. Os preços no mercado sempre variam, a carne tem picos, o peito de frango custava uns 20 reais o quilo, mais que o dobro do Brasil. 
Viajando de moto via o nome “Cristina” escrito em todos os viadutos e paredes ao longo da estrada, até o hoje desconheço quem seja seu principal concorrente. É fato que ela irá ganhar a próxima eleição, todos por aqui tem certeza!
As paredes de Buenos Aires estão lotadas de pichações! A maioria são sobre as Ilhas Malvinas,  não sei se vocês sabem, mas elas não pertencem ao a Argentina, mas a Inglaterra e acho que em breve vai ter uma outra guerra por causa disso. E também sobre a ditadura, não sei muito sobre a ditadura Argentina, mas sei que foi muito mais dura que no Brasil, o governo até hoje faz vista grossa pra vários desaprecidos, nas ruas tem diversas placas no chão escrito “Aqui desapareceu Fulano”. O ditadura aqui comecou mais ou menos em 76 e até hoje nas ruas tem pichações do tipo “Libertem os presos políticos” e a ainda é um assunto recorrente nos jornais.

Agora visualmente falando! Uma impressão forte dos argentinos foi o cabelo, hehehehehe. Tipo assim, eles tem cortes de cabelo muito estranhos, ou a falta de corte de cabelo, não sei ao certo. Uma quantidade enorme de homens tem dreads no cabelo, dreads de todos os tipos e não tem estilo específico, tem uns dreads que parecem roqueiros, outros parecem “emos dreads” na minha opnião a maioria dos dreads parecem a skatistas, mas quase nenhum parece nosso tipo dread do reggae (pausa para suspiro) ui ui ui. Me gusta =D.
Hermanos e seus cabelos =)
Ahhhh sem falar nas coisas mais bizarras tipo transplante de dread!?

Como assim?!!!!!!!!!

Calma que te explico.... você pega um dread daquele seu amigo preferido e arrama no seu cabelo de forma que ele nunca mais saia da sua cabeça também, só cortando. Em Buenos Aires  um cara queria transplantar um dread pro meu cabelo!!!!!!!!!!!! Pense que parada nojenta eu pegar um dread de um desconhecido e arramar na minha cabeleira, hahahahahahaha. Enfim não rola!
Os homens são muitoooo cheio de estilo e usam as roupas e cabelos das formas mais variadas. Eu acho isso o máximo na verdade!!!!!!!!! 

Cheio de estilo =)

Todo mundo pendura coisas na cabeça, no pescoço, onde der pra ter um adornos eles tem. Piercing no lugares mais variados, tipo no meio da buchecha ou no pescoço . O Rafa já aderiu a moda e pendurou um "colar" no cabelo, hahahahahahaha.

Uma dessas cordinhas está amarrada
no cabelo dele! Eu juro!!!

Eu gosto desse jeito meio gay dos homens daqui, eles se cumprimentam com beijinhos e são todos decorados, hehehehe.

Agora vamos as mulheres. Vi várias mulheres bonitas, o mais bonito são os olhos verdes e azuis pra todos os lados. Cerca de 90% das mulheres arramaram o cabelo com um coque lá no alto da cabeça  (bem no alto mesmo). Eu já aderi a moda =). 
Lá em cima =D

Mas na verdade acho elas bem bagunçadas, só que assim eu sou bem bagunçadinha também. Então estou me sentindo em casa, hahahahahahaha.
Elas são meio bagunçadinhas tipo eu mesmo, kkkkkkkkkkkkk. Usa-se muitas botas de todos os tipos mais divertidos e pouco salto, muito cabelo bagunçado e nada de escovinha, nem luzes............. essa sou eu =P.
Juro que essa bota é a última moda por aqui!
Inclusive assim de short, hehehe
O Rafa achou elas lindas e estilosas, mas gosto cada um tem o seu! No Brasil todo mundo queria me arrumar um pouquinho, hehehehehe.

No geral, todos são muito educados mesmo falando esse nosso “portunhol” fajuto. Educados sim, mas simpáticos.... No começo achava que eles não eram simpáticos com a gente porque éramos estrangeiros, mas hoje já acho que eles são assim com todo mundo mesmo. Os garçons, os vendedores das lojas são educados, mas a simpatia não é um traço forte.  Isso me deixa agoniada na verdade, adoro ser conquistada por uma simpatia que vêm assim de graça. O único lugar onde vi pessoas simpáticas foi em Córdoba, onde todo mundo era queria saber da nossa viagem, o que achávamos da sua cidade, dos Argentinos,  pra onde a gente ía, enfim calor humano! 
No resto, acho que não faz muita diferença se dissemos que a gente tava percorrendo a Argentina de moto, a pé,  correndo de costas, eles íam falar “Bueno” e ponto final. Estou me acostumando com isso. O mais importante é não esperar a simpatia =)

6 comentários:

SouCalango disse...

Irmã... adorei essas impressões. Mas agora que estou convivendo com Argentidos diariamente... digo que existem uns muuuuuito simpáticos.... Tô adorando essa galera também e como as impressões mudas quando os conhecemos...
Beijos. Adorei o texto.

CFL disse...

Irmã, depois de três meses morando na Argentina. Já conheci um monte de argentinos, legais, muito legais, chatos, simpáticos, antipáticos, de tudo! O que quero dizer que um isso pra mim é um traço marcante. A educação é predominante. Com certeza existem vários Argentinos simpáticos! E ser simpáticos com os amigos acredito que seja um traço universal, mas simpatia que vêm de graça.... é uma outra história =)

Anônimo disse...

Adoro estilo bagunçado! Aliás o meu cabelo ta assim...
mãe

Mimi disse...

Essa do cabelo realmente se vê por todas as partes aqui em Rosario...

Muito legal o post =]

JFL disse...

Achei essa galera bem feia... e essa parada do dread é nojenta demais... eca! Colar no cabelo? Deve incomodar prá kralho. Essa bota vermelha é hoooorível! E o que vc tá fazendo com essa galera? Aula de coreografia baiana?

CFL disse...

Ahhhh eu acho os chicos e chicas mui guapos =)
Minha bota é linda!!!!
Estava fazendo aula de dança no meio da rua, hahahahaha

Cintia